China lança primeira vacina inalada contra a Covid-19

Desenvolvida pela CanSino Biologics, vacina é inalada pela boca através de um recipiente semelhante a um copo de café com um bocal curto; reguladores chineses aprovaram o imunizante para uso como reforço em setembro

0
150

No que se acredita ser a primeira vez no mundo, a capital comercial da China, Xangai, apresentou nesta semana um novo tipo de vacina contra a Covid-19 que é inalada em vez de administrada por injeção.

Os reguladores chineses aprovaram a vacina, produzida pela empresa farmacêutica chinesa CanSino Biologics, para uso como reforço em setembro.

As primeiras pessoas estão começando a receber a vacina, que é inalada pela boca de um recipiente que parece um copo de café com um bocal curto.

“A primeira linha de defesa do nosso corpo é a membrana mucosa do nosso sistema respiratório, queremos que seja estimulada diretamente para melhorar a imunidade e o uso da vacina inalada faz isso”, disse Zhao Hui, diretor médico do Shanghai United Family Hospital Pudong, à Reuters.

O hospital está entre os que administram a nova vacina, que será usada além de injeções regulares.

Comentando sobre o que ele disse ser o primeiro uso da tecnologia, Erwin Loh, diretor médico da St Vincents Health Australia, disse que o advento das vacinas inalatórias era importante não apenas por causa de seu potencial de proteção contra infecções, mas também porque elas poderiam diminuir hesitação vacinal.

“Há uma grande proporção de pessoas que são resistentes a tomar a vacina porque têm fobia de agulhas. Eles podem não articular isso, mas é o que pensam”, disse ele.

Aumentar a adoção de vacinas é vital para a China, que continua sendo uma exceção global, pois mantém sua política de “Covid Zero”, com o objetivo de eliminar surtos comunitários do vírus.

Xangai, que não relatou novos casos sintomáticos de coronavírus transmitidos internamente em 27 de outubro e 11 casos assintomáticos locais, ainda está sujeita a bloqueios direcionados que afetam edifícios residenciais e empresas na cidade.

A conta WeChatdo governo de Xangai, ao anunciar o lançamento da vacina inalável nesta semana, disse que 23 milhões dos 26 milhões de habitantes da cidade foram totalmente vacinados contra a Covid e mais de 12 milhões receberam doses de reforço.

Segundo dados oficiais do governo chinês, mais de 90% de sua população foi vacinada. O país conta com vacinas inativadas produzidas no país e ainda não importou ou introduziu sua própria versão de uma vacina de mRNA.

A vacina inalável é uma versão em aerossol de uma injeção inativa.

Loh espera que os resultados da incursão de Xangai nas vacinas inalatórias encorajem outros países a seguir o exemplo.

“Acho que as vacinas inaladas para doenças respiratórias como a Covid-19 serão o futuro”, disse ele.

Fonte: CNN BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


CAPTCHA Image
Reload Image