Redes de farmácias nos EUA limitam compra de contraceptivos de emergência

Aumento na demanda após reversão do direito ao aborto no país coloca pressão nos estoques disponíveis em farmácias

0
62

Algumas grandes redes de farmácias nos Estados Unidos estão limitando a compra de contraceptivos de emergência em até três comprimidos por cliente, confirmaram representantes das empresas à CNN.

“Devido ao aumento na demanda, neste momento estamos limitando a compra de pílulas contraceptivas Plan B (nome adotado nos EUA para a ‘pílula do dia seguinte’) em até três por cliente”, disse Alicja Wojczyk, gerente sênior de comunicação externa da rede Rite Aid.

Apesar de a CVS ter “amplo estoque” de Plan B e Aftera — dois tipos de contraceptivos de emergência –, a empresa está limitando as compras para “assegurar o acesso igualitário e consistente ao estoque nas prateleiras das lojas”, segundo relatado por Matt Blanchette, gerente sênior de comunicação comercial da CVS Pharmacy.

Contraceptivos de emergência reduzem o risco de gravidez após relações sexuais desprotegidas, de acordo com o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG). Exemplos de situações comuns em que são usados são após o esquecimento de pílulas anticoncepcionais, ou quando o preservativo utilizado se rompe. Em casos de estupro e assédio sexual, podem ser usados para prevenir uma gravidez indesejada decorrente da violência.

O limite de compra de contraceptivos de emergência vem após a Suprema Corte dos EUA ter derrubado a decisão Roe v. Wade nesta sexta-feira (24), que retira o direito constitucional federal ao aborto em todo o país. Diversos estados se movimentaram imediatamente para proibir o aborto.

“Usar (contraceptivos de emergência) não causa aborto. Um aborto finaliza uma gravidez já existente. Esses medicamentos impedem que a gravidez aconteçam. Eles devem ser usados logo após a relação sexual desprotegida para serem efetivos. Eles não funcionam caso a gestação já tenha sido iniciada”, afirmou o ACOG.

“Pílulas do dia seguinte” são uma forma de contraceptivo de emergência. Algumas podem ser compradas no balcão das farmácias, outras requerem uma receita médica.

Dispositivos Intrauterinos (DIUS) de cobre também podem ser usados como contraceptivo de emergência se inseridos em até cinco dias após a relação sexual.

As mulheres norte-americanas também enfrentam problemas relacionados à escassez de absorventes menstruais nas farmácias. Os preços dos produtos aumentaram significativamente – quase 10% em relação ao ano passado, segundo a Bloomberg.

Segundo especialistas, a falta pode estar relacionada à crise de suprimentos global, gerando a escassez de materiais-chave como o algodão e o plástico.

Fonte: CNN BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


CAPTCHA Image
Reload Image