Pesquisa mostra aumento na valorização do SUS, ciência e universidades na pandemia

Estudo foi publicado pelo Centro SOU_CIÊNCIA, coordenado por Soraya Smaili, farmacologista da Escola Paulista de Medicina da Unifesp.

0
18

Uma pesquisa recente mostra que, durante a pandemia de covid-19, houve um aumento na valorização do Sistema Único de Saúde (SUS), da ciência e do trabalho das universidades públicas e hospitais universitários.

O estudo foi publicado pelo Centro SOU_CIÊNCIA, coordenado pela Profa. Dra. Soraya Smaili, farmacologista da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e reitora no período 2013-2021.

Segundo a pesquisa, antes da pandemia, 40% achavam que o SUS tinha importância altíssima. Agora, o número subiu para 62%. Além disso, o percentual de quem atribuía importância baixa ou baixíssima ao Sistema Único de Saúde caiu de 14% para 9%.

Além disso, o estudo mostrou que a valorização da ciência aumentou. Antes, 47% consideravam a importância altíssima e atualmente o percentual está em 70%. Por sua vez, 12% a considerava baixa ou baixíssima, mas o número de pessoas com esta opinião caiu para 5%.

Por sua vez, a importância das universidades públicas e hospitais universitários também aumentou. De acordo com o estudo, o percentual de pessoas que a consideravam altíssima foi de 42% para 59%.

Outro ponto abordado foi a ampliação do número de universidades e institutos federais no país. A pesquisa mostra que 52% dos entrevistados são a favor da retomada da expansão da educação superior pública gratuita e dos investimentos nesta área. Apenas 8% defenderam privatização das universidades, redução de investimentos ou cobrança de mensalidade.

Por fim, também de acordo com a pesquisa do SOU_CIÊNCIA, 44% dos entrevistados mostraram-se a favor de cotas raciais. Por sua vez, 19% defendem o cancelamento desta medida.

Na visão da Profa. Dra. Soraya Smaili, o aumento da confiança no SUS, nas universidades públicas e na ciência brasileira estão interligados. Segundo a coordenadora do SOU_CIÊNCIA, o Brasil conta com 40 hospitais universitários que compõem uma rede decisiva de atendimento durante a pandemia e que causou grande impacto em como as pessoas enxergam a saúde pública.

“As nossas universidades tiveram um papel fundamental na promoção da saúde, na realização de exames para diagnósticos, na produção de pesquisas clínicas para novos tratamentos e também na obtenção das vacinas contra a covid-19”, afirma.

Metodologia

Para o estudo, o SOU_CIÊNCIA, sediado na Unifesp, entrevistou 1.268 pessoas com 16 anos ou mais, de todas as regiões do país. Foram respeitados os recortes demográficos baseados na Pesquisa nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2018 e no Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa foi feita em parceria com o Instituto Idea Big Data. As entrevistas foram conduzidas de 02 a 05 de agosto, com grau de confiança de 95%.

O SOU_CIÊNCIA é um Centro de Estudos e Think Tank sobre Sociedade, Universidade e Ciência. É um grupo de pesquisa multidisciplinar cadastrado no CNPq, sediado na Unifesp e composto por uma equipe de pesquisadores de todos os campi e de outras universidades, com histórico de pesquisa, inovação e gestão em Educação Superior e Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

Além disso, o SOU_CIÊNCIA também conta com um Comitê Científico de alto nível, com representação nacional e internacional. O centro de estudos foi fundado em 08 de julho de 2021, sob coordenação geral da Profa. Dra. Soraya Smaili.

Fonte: NEWSLAB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


CAPTCHA Image
Reload Image