Entrevista com o Dr. Elias Tamer e tudo sobre Prática Ortomolecular

0
84

1.Quem é o Dr. Elias Tamer Merhi Júnior? Onde atua na Medicina?

Sou médico a 14 anos e tenho focado meus estudos e trabalho na Prática Ortomolecular desde antes da formação em Medicina. Tive e tenho a honra de ter um pai médico em que dedicou e dedica sua vida à recuperação das pessoas e que me deu a oportunidade de conhecer esta escola e visão médica de atuação que é base da formação da Medicina e todas as profissões relacionada a Saúde, que é a Bioquímica e Fisiologia Humana, base de atuação da Prática Ortomolecular.

2.O que é Prática Ortomolecular?

Podemos começar, pelo que ainda não é. A prática Ortomolecular ainda não é considerada pelos Órgãos Competentes uma Especialidade Médica ou uma Área de Atuação Médica, existe uma resolução no Conselho Federal de Medicina desde 2010 onde regulamento a Ortomolecular como sendo uma PRÁTICA médica. Pois ela está presente em todas as áreas de atuação da Saúde Humana e em todas as Especialidades da Medicina e outras áreas da Saúde. Ou seja, a Ortomolecular é um conhecimento geral e obrigatório de todos os profissionais da área da saúde.

Então devemos nos portar com a Ortomolecular como uma PRÁTICA de atuação médica. Uma escola de atuação médica, que eu dedico 14 anos da minha vida.

Então resumindo, a Prática Ortomolecular é uma avaliação e terapia onde o profissional busca alcançar o equilíbrio bioquímico e fisiológico da Saúde Integral da pessoa estudada. Ou seja, avalia com a história, queixas e clínica da pessoas, se há deficiência ou excessos de vitaminas, minerais, aminoácidos no organismo, avalia se há um desbalanço dos hormônios produzidos no organismo, avalia se há intoxicações de agentes externos no organismos como agrotóxicos e metais pesados (mercúrio, chumbo, alumínio, ferro, arsênico, entre outros). Assim como o processo inflamatório corporal, o nível de estresse oxidativo da pessoa, o estado de Saúde Intestinal e dos demais Órgãos Internos do Organismo.  Itens que pode piorar o estado de Saúde da pessoa e dificultar em sua recuperação da saúde caso não ocorra a correção devida. Detectado estas alterações e desequilíbrio fisiológico e bioquímico o médico que realiza a Prática Ortomolecular trata de resolver item por item, de forma personalizada e individual.

É uma prática individual e personalizada, pois não existe nenhum organismo igual que o outro. Cada pessoa é única e individual e deve ser avaliada individualmente. E a prática Ortomolecular faz isto, vê as características pessoais de cada individuo atuando no todo.

3.Como se avalia esta alterações no organismo e intoxicações?

Pessoas que tem alterações no organismo que pode levar a doenças, começam a ter algumas características corporais e comportamentais, assim como algumas queixas e alterações nos exames complementários para afinar o diagnóstico.

Por exemplo pessoas que começam a aumentar o peso e formar a famosa “barriga em forma de pochete” ou atém mesmo a “barriga de barril”, perda de massa muscular com aumento de tecido gorduroso, começam a acordar cansadas, ficar cansadas durante o dia e pioram no final do dia, perda da qualidade do sono, diminuição do desejo sexual, inapetência ao trabalho, gripes, rinites, bronquites e sinusites a repetição, sistema imunitário diminuído predispondo a infecções leves a graves, entre outros sintomas. Sem falar daqueles que tem as alterações no organismo a nível molecular e ainda não apresentam queixas aparentes.

4. Falando em Sistema Imunitário, a gravidade da infecção desta Pandemia causada pela COVID-19, pode piorar com um sistema Imunitário deficiente?

Sim. E não só pessoas que tem um sistema imunitário deficiente, mas também aquelas que tem um processo inflamatório aumentado, podem agravar ainda mais a infecção causada pela COVID-19 assim como outras infecções virais de RNA que é a Influenza ou o vírus do H1N1.

Muitas pessoas consideradas “jovens” aparentemente “saudáveis” estão tendo a doença grave do COVID-19 que é a afetação do Sistema Respiratório e Cardíaco, levando a Pneumonia Grave e Doenças Cardíacas graves em poucos dias de infecção. E isto deve ser levado em consideração e feito pesquisa durante esta época de Pandemia.

5. Mas doutor Elias, por que estas pessoas poderiam estar presenciando um estado grave da doença e não apenas uma “gripe simples e corriqueira”?

Já foi demonstrado em outros trabalhos com outros Vírus como o da Influenza, H1N2 e outros tipos de vírus Coronavirus e também neste da COVID-19 que pessoas que tem por exemplo deficiência de Vitamina D, Vitamina C, Vitamina E, Selênio, N-Acetil-Cisteína, Zinco entre outros tem a predisposição de piorar a gravidade da infecção. Algumas como a deficiência de Zinco de até de aumentar o risco de infecção ativa. Ou seja, a deficiências destas substâncias deixa o vírus mais “virulento”, ou seja, mais agressivo ao organismo da pessoa. Isto é de conhecimento geral que pessoas mais idosas e com imunodeficiência adquirida por outras doenças tem risco de sofrer deficiências destes hormônios, vitaminas, minerais e aminoácidos.

Outro tema que ainda não estão dando valor adequado é medir qual é o grau de inflamação, quais intoxicações de metais pesados e agrotóxicos e quais deficiências hormonais que a pessoa tem e que pode levar a diminuição do sistema imunitário da pessoa e piora para a gravidade da infecção. Olha um ponto, sabe-se que a infecção do COVID-19 causa aumento da inflamação e aumento do stress oxidativo das células do organismo da pessoas, agora uma pessoas que já tem um nível de inflamação e estresse oxidativo alto mesmo que não saiba e não tenha sintomas, infectando pelo COVID-19 tem a possibilidade sim de piorar e aumentar mais ainda este processo inflamatório e de oxidação do corpo podendo levar a apresentação agressiva da infecção do COVID-19. É um item a ser estudado e aprofundado com muito interesse e respeito. Pois os mesmos indivíduos que tem riscos Cardiovasculares e diabetes aumentados são os mesmos que podem ter a doença mais grave da COVID-19.

E a Prática Ortomolecular pode oferecer uma avaliação do estado de saúde desta pessoa ou pessoas mais predispostas a este possível risco e corrigi-las a tempo. Entende. É uma prática para caminhar junto e sincronicidade com a atuação em que já estamos fazendo entre os profissionais e o Ministério da Saúde à população.  

6. Então o que um leigo pode fazer para saber se encontra neste possível “risco” de estar inflamando e com estas deficiências destes nutrientes e hormônios?

A melhor maneira é a pessoa interessada se apresentar ao seu médico de confiança que também estuda e aprofunda neste tema e solicitar uma avaliação adequada do seu estado de saúde, para saber onde se encontra no momento atual e quais alterações apresenta. Assim como fará suas devidas correções caso necessário sempre com orientação do médico responsável.

7. De forma geral, como as pessoas que estão neste isolamento e não tem condições de concorrer à uma fonte especializada. Quais indicações poderia passar a estas pessoas?

De forma geral e principalmente nesta crise em que estamos passando, a pessoa há de se alimentar melhor, ingerir mais líquidos de alta qualidade, fazer respirações profundas e prolongadas (meditação é uma boa prática)  e praticar exercícios físicos em casa mesmo que melhore e ative a massa muscular.

E o que seria isto:

– Alimentar melhor é retirar neste intervalo os alimentos que piorem e aumentem o processo inflamatório no organismo como: frituras, refrigerantes, açúcar, farinha branca e refinada, álcool, doces em geral, amendoim, suco de saquinho e caixinha, sucos integrais (escolher comer a fruto ao invés de tomar o suco).

Aumentar mais a ingestão de verduras, legumes e folhas verdes principalmente, como batata doce, inhame, cará, abobora, abobrinha, quiabo, jiló, beringela, cenoura, beterraba, batata inglesa, chuchu, tomate, rúcula, alface, agrião, espinafre, couve, entre outros.

O líquido que falo é ÁGUA, nada melhor que água para ingerir e reidratar. Água de Côco também é um isotônico muito com nutrientes e eletrólitos de reposição do organismo. Os chás aqui sem açúcar e sem adoçantes são bem aceitos.

A meditação é uma hora excelente para quem não pratica começar a praticar, tem benefícios incríveis na imunidade e auxilio na resolução de doenças graves como câncer por exemplo. Melhorando e muito a qualidade de vida e Saúde Integral

O estimulo da musculatura corporal informa ao organismo que ele está vivo e necessita da musculatura e hormônios para manter-se bem. O treino físico muscular é a forma que conversamos com o corpo em avisa-lo que ainda queremos mais saúde e viver mais neste Mundo e existência.

Primeira parte da entrevista:

Segunda parte da entrevista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


CAPTCHA Image
Reload Image