Desafios da imunização vacinal e o retorno das doenças erradicadas

0
414

Os benefícios da vacinação são claramente demonstrados pela erradicação ou importante declínio da incidência das doenças imunopreveníveis . No entanto, as coberturas vacinais recomendadas são ainda inadequadas nas diversas faixas etárias, e a população continua sofrendo com doenças que poderiam ser evitadas. Como exemplo, temos os dois surtos de sarampo que ocorreram no norte do país, especificamente nos estados do Amazonas e de Roraima, doença esta que em 2016 foi considerada erradicada, porem segundo o Ministério da Saúde em nota divulgada recentemente, foram confirmados 788 casos de sarampo no Amazonas, 5.058 permanecem em investigação. Já o estado de Roraima confirmou 281 casos da doença e 111 continuam em investigação. 

A vacinação é o modo mais eficaz de inibir a volta de doenças já eliminadas no país. Para conter o avanço de casos no país, o Ministério da Saúde iniciou uma campanha de vacinação contra a poliomielite e o sarampo tendo como público-alvo as crianças de um a cinco anos.

Existem alguns fatores responsáveis pela reincidência de doenças bacterianas e virais possíveis de serem controladas ou erradicadas através de vacinação, e que eventualmente observa-se o ressurgimento de surtos em determinadas regiões do país, dentre vários fatores podemos citar dois que podem ser considerados determinantes.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


CAPTCHA Image
Reload Image